BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Segurando um sonho ....

Fechou os olhos . Coração ainda disparado mostrava que mais que o susto da emoção nova , era o susto de ter sonhos plantados de onde nunca deveriam ter sido arrancados .
"No lugar de cada sonho arrancado cresce um fio branco "- pensava ela. E ria-se com o sistema estranho: o mesmo branco que nascia na violência de um sonho estirpado , era o fio que emaranhado abraçava o sonho novo e não deixava que ele voasse por livre e espontânea vontade . "Os fios brancos são a rede de segurança dos sonhos"- completava pra si mesma .
Era tudo igual e tão diferente. Foi só o cheiro de não se andar com os pés no chão ameaçar tomar conta do lugar , que as cores ... as mesmas cores que nunca sairam de lá , pudessem se revelar.
Era o mesmo olho , mas não o mesmo olhar . Era a mesma boca , mas não o mesmo sorriso . Tinha as mesmas mãos , mas desta vez o que seguravam era de uma agonia diferente.
E a calma de uma manhã em que tudo era igual e ao mesmo tempo diferente veio quieta.
Manhãs quietas vem sem avisar. Chegam e um domingo se instala em qualquer lugar.
E na manhã silenciosa percebeu que queria aprender uma nova canção . Qual ritmo teria , que letra entoaria , nada disso ela sabia . Mas sentia que logo ali na esquina umas notas novas encontraria.
"Quero música nova , aprendida em cima de um muro de concreto , com perninhas a balançar."Acho que era isso que todo mundo queria : pelo menos a promessa de uma nova canção a cada dia .
Como a manhã era quieta , colocou-se a pensar , mas não a falar . Pensou também que se fosse uma destas pessoas que pede votos , seria esta a sua promessa: "Lhes prometo uma canção!" E com este pensamento divertiu-se distribuindo silenciosas canções novas a todos que cruzavam seu caminho .
E a cabeça brincava , plantava , coloria , escolhia .
A manha silenciosa se fez um dia todo.
Receber é uma maravilha , e o silêncio ajuda tudo a entrar mais fácil.
No fim do dia , sentou-se , escreveu ...
Viu , e concluiu : "Nossa  , faz tempo !"
Mas a cabeça tinha uma rede segura , e o sonho achou espaço pra ficar.

2 comentários:

Rafael Barreto disse...

Nossa, há muito tempo, talvez alguns anos, eu não lia um texto de verdade em blogs. Sou professor de filosofia e literatura e o seu, Renata, é um texto de verdade. Parabéns, menina.

Prince Dennis disse...

www.knowxup.blogspot.com